Pesquisar neste blogue

segunda-feira, 28 de maio de 2012

dia 28 de maio Dia Mundial do Brincar


Graças à iniciativa da ITLA (International Toy Library Association), já há alguns anos o mês de maio tem sido consagrado à comemoração da brincadeira e à valorização do brincar em alguns países da Ásia, da Europa e da América do Sul, inclusive no Brasil. Em diversos países os parques e as praças são tomados por inúmeras atividades de animação lúdica durante todo o mês e mais especialmente no dia 28 de maio.

" Brinque de bola, brinque no parque, brinque no quintal!!!!!! Não deixes de brincar com as estrelas, não deixes de sorrir, não percas a inocência, não deixes de ser criança...... EU TAMBÉM QUERO VOLTAR A SER CRIANÇA "  Profº Fernando Romano


O brincar também revela traços da cultura de um povo, estimula o tratamento mais humanizado em hospitais, aumenta a afetividade e conscientiza sobre a proteção da infância.
 



sexta-feira, 25 de maio de 2012

Com a cabeça erguida e mantendo a FÉ EM DEUS, o Inimigo jamais vai me derrubar; por que meu JESUS não deixa; ele não deixa!!!!!! NELE EU ESTOU FIRME.

FUTSAL – PROFISSÃO – TÉCNICO




FUNÇÕES


Conheça seu Clube, divulgue-o e fale muito bem dele;

Enfrente as dificuldades com sorriso e sabedoria;

Procure sempre entusiasmar;

Mantenha o diálogo sempre aberto, em todos os níveis;

Embora você seja obrigado a falar muito, ESCUTE sempre;

A emoção nesse esporte é inevitável, mas NÃO decida com ela;

Acalme sempre o ímpeto destruidor de seus atletas e da comissão técnica;

Conheça cada movimento do seu adversário;

Trace e divida com todos os objetivos de cada partida;

Cobre resultados, todos os dias;

Elogie e enalteça perante o grupo todos os acertos;

Procure tirar o máximo de todos, criando sistemas e métodos para que rendam em sua plenitude.

COMANDO TÉCNICO

Quanto ao adversário, não é inimigo.

Fazer observações individuais e coletivas.

Pelo grupo sempre.

Imparcialidade.

Nunca reforce o erro.

Elogie e enalteça os acertos.

Organização.

Linguagem simples.

Cobre resultados todos os dias.

Diálogo aberto dos interesses da equipe.

A emoção é inevitável, mas não decida com ela.



A COMUNICAÇÃO

Transmissor – O Técnico.

Mensagem do Comunicador – As palavras e meios.

Receptor – Atletas e Comissão Técnica



TIPOS DE COMUNICAÇÃO

Simples: Usar as palavras mais fáceis de serem entendidas. Elas serão mais persuasivas.

Passo a Passo: Não se deve acumular detalhes, e de preferência, usar auxílios visuais.

Feed Back: Observar se a mensagem foi bem recebida e dar ao atleta a oportunidade de se expressar.

O TREINADOR NO JOGO

Preleção – Quando e por que.

Arbitragem.

Substituições – Propósitos (Atletas condicionados).

Reservas – Grupos do plantel.

Comunicação com todos.

O TREINADOR  NO TREINAMENTO TÉCNICO

Especialidades – Posição de cada atleta.

Corretivo – Corrige as dificuldades técnicas/táticas.

Grupo – Revela o clima de jogo e o confronto. Adaptação dos fundamentos técnicos/táticos nas situações de jogo.

Específico de goleiro – Tempo de reação, lançamentos, saídas do gol (domínio da área e saídas do gol).


O TREINADOR NO TREINAMENTO TÁTICO COLETIVO

Exercícios fracionados para corrigir as dificuldades técnicas/táticas, com adaptações das situações reveladas no clima do jogo.

Jogos técnicos/táticos, buscando uma melhor qualidade dentro do padrão da equipe.



O TREINADOR E TREINAMENTO TÉCNICO CORRETIVO INDIVIDUAL

Buscar aprimorar o gesto técnico.

Fotografe seu atleta.

Participação do atleta na montagem da série.

Anote o progresso e recicle sempre.

Especialidades por posição.

Especifico de Goleiros.


LUSA FUTSAL CATEGORIA SUB 11 2012

LUSA FUTSALCATEGORIA SUB 15 2012











PORQUE SERÁ QUE ELE É UM PROFISSIONAL DE TANTAS VITÓRIAS !!!!

Fiz o curso de Educação Física há mais de 20 anos, onde no meu primeiro ano conheci o Prof Manuel Sérgio.

Tinha uma convicção, queria ser treinador de futebol, mas na minha época estava no auge estudar Matveyv, porém a teoria do treinamento desportivo positivista não se alinhava a minha forma de pensar.
...

Foi aí que o Prof. Manuel Sérgio me ensinou que para ser aquilo que eu queria ser, teria de ser um especialista na área das ciências humanas. Foi assim que aprendi que um treinador de futebol que só perceba de futebol, de futebol nada sabe.

Se sou um treinador singular é porque não me esqueço das lições sobre emancipação e libertação.

É PRECISO SER LIVRE PARA FAZER O NOVO ...
ATÉ NO FUTEBOL”
José Mourinho (Motrisofia, 2007)




Principios de Treinamento nno Futsal

Uma das maiores dificuldades da maioria dos Técnicos de Futsal, sobretudo os da categorias de base, é ensinar as ações táticas e conseguir bom resultado prático.

Os Técnicos entendem que o sucesso das ações táticas está na simples repetição das jogadas e padrões, nas formas em que foram copiadas, seja de um jogo visto na televisão ou mesmo no aprendizado ao vivo, nas partidas que presencia, nos cursos que participa e na convivência com outros profissionais. É chegar no treino, mostrar a movimentação e nosso atleta já saberá repetir tudo que foi ensinado. Aí começam nossas decepções.

A excelência nas ações táticas depende primeiro de uma qualidade de fundamentação técnica que nem sempre lembramos de corrigir e desenvolver, sobretudo o passe, essência do jogo.

Mas, a maior dificuldade está no embasamento tático que nosso atleta deve possuir como PRÉ-REQUISITO, para executar estas ações. Falo dos fundamentos de defesa e ataque, primordiais para um jogo bem executado. Saber se colocar em relação ao adversário e a bola nas atitudes ofensivas e defensivas.

Vejam alguns principios Ofensivos e Defensivos no Futsal :



No Sub-15, Ceará e São Paulo empatam e lideram grupo B

A quinta-feira do Campeonato Brasileiro de Seleções Sub-15 Divisão Especial teve início com o jogo bastante pegado entre São Paulo e Ceará, que empataram em 1 a 1 e lideram sua chave com 4 pontos cada. O certame está sendo realizado no Ginásio Olímpico de Marabá (PA), e segue até domingo (27).

O jogo começou bastante estudado: as duas equipes sabiam que um simples erro poderia significar a perda dos três pontos e da invencibilidade. Logo no início da primeira etapa, o camisa 10 paulista arrancou pela ala esquerda e sofreu dura falta. Na cobrança, a equipe cearense tomou a bola e armou um perigoso contra-ataque.

Em outros lances, o Ceará chegava bem com os arremates de fora da área, já o São Paulo rodava a bola em busca de espaço. O jogo continuava truncado e faltoso, a cada lance mais arisco as comissões técnicas se exaltavam a ponto de o árbitro Eduardo José ter que intervir na partida.

O Ceará continuava mais vertical em quadra, tanto que, faltando 4 minutos para o fim do primeiro tempo, Lucas, camisa 10 cearense, driblou bonito e chutou forte, assustando o goleiro Matheus Pozzi.

Na segunda etapa o panorama era o mesmo, o jogo continuava bastante pegado com as duas equipes dividindo todas. Aos 3 minutos, Rodolfo recebeu lindo lançamento e de cabeça encobriu o goleiro cearense. São Paulo 1 a 0.

O gol paulista não abalou a equipe cearense, que intensificou as idas ao ataque. Com o resultado positivo os paulistas tentavam cadenciar a partida. Só que aos 10 minutos a seleção do Ceará chegou ao empate, depois de ótima arrancada pela ala direita: o camisa 8 Ednardo chutou cruzado à bola passou por toda zaga paulista e encontrou o pé direito do fixo João Victor, que só teve o trabalho de empurrar para as redes.

Faltando 5 minutos para o fim do embate as duas equipes preferiram não arriscar com nenhum lance de perigo até que o empate prevaleceu com o apito final.
O resultado garantiu as duas seleções na liderança do grupo B com o mesmo número de pontos. Na terceira rodada, que ocorre nesta sexta (25), os selecionados do Ceará se encontram com o vizinho Piauí logo no primeiro jogo da tarde. No quarto jogo do mesmo dia, São Paulo encara o combinado de Santa Catarina. Avançam para a semifinal o primeiro colocado de cada grupo, mais o melhor segundo lugar das três chaves, a partir do índice técnico.

INICIARAM:
 
01 Matheus Pozzi
07 Rodolfo
08 Pedro
09 Igor
10 Giovanny
 
ENTRARAM:
 
06 Matheus Reis
13 Cesar
11 Richard
15 Gabriel
 
TÉCNICO:
 Daniel de Souza Magalhães

quinta-feira, 24 de maio de 2012

O CAMPEÃO !!!!!!!!!!


O campeão diz: ¨ Vamos descobrir ¨.
Os outros dizem: ¨ Ninguém sabe ¨.

O campeão erra e diz: ¨ Eu estava errado ¨.
Os outros erram e dizem: ¨ Não foi nossa culpa ¨.

 
 
O campeão trabalha mais que os outros e tem mais tempo.
Os outros estão sempre muito ocupados para fazer o necessário.

O campeão pensa como quer que aconteça.
Os outros pensam no que têm medo que aconteça.

O campeão sempre tem um sonho e um projeto para realizá-lo.
Os outros sempre têm várias desculpas.

 
O campeão fala: ¨ Eu estou bem, mas ainda vou estar melhor ¨.
Os outros falam: ¨ Não estamos tão mal quanto muitos ¨.

O campeão ouve e aprende ouvindo.
Os outros só esperam sua vez de falar.

O campeão prefere o respeito ao carisma, e trabalha.
Os outros preferem o carisma ao respeito.

O campeão idealiza: ¨ Deve haver um jeito melhor de fazer ¨.
Os outros mantém idéias: ¨ Nós sempre fizemos assim ¨.

O campeão diz: ¨ Eu posso fazer ¨ e faz.
Os outros dizem: ¨ Não vamos conseguir fazer ¨ e tentam.

O campeão faz as coisas acontecerem.
Os outros são vítimas das circunstâncias.

O campeão está sempre dizendo: ¨ Deixe-me ajudá-lo ¨.
Os outros normalmente dizem: ¨ Não é nossa obrigação ¨.

O campeão enxerga uma resposta para cada problema.
Os outros enxergam um problema para cada resposta.

O campeão diz: ¨ Pode ser difícil, mas é possível ¨.
Os outros dizem: ¨ Pode ser possível, mas é difícil ¨.

O campeão não vence pessoas, vence obstáculos e desafios.

Em Tempo de Disputas:

" Esse é o segredo do vencedor. Enquanto alguns torcem contra, ele rema a favor. Transforma as dificuldades em um poderoso combustível que o move a toda velocidade rumo ao andar mais alto da casa da felicidade. Não há nada mais forte do que aquele que aprende a usar as adversidades da vida a seu favor. O verdadeiro vencedor fala da próxima conquista, nunca da última derrota. Desprezar as dificuldades passadas é a melhor maneira de não fazer delas o monstro do medo que nos impede de seguir em frente. Ao sucesso e à felicidade. Direto para a morada do otimista. Lá vamos nós".

Em jogo equilibrado, São Paulo vence Piauí na estreia

Em jogo válido pela primeira rodada do grupo B do Campeonato Brasileiro de Seleções Sub-15 Primeira Divisão, São Paulo e Piauí fizeram um jogo equilibrado até o último minuto. No final os paulistas levaram a melhor e venceram por 2 a 0. O certame está sendo disputado em Marabá (PA).

O primeiro tempo foi uma mostra de como as equipes se equivaliam, com várias oportunidades para ambos os lados. Os grandes destaques da primeira etapa foram os dois goleiros, que fecharam suas metas.

No segundo tempo o jogo continuou truncado, com as duas equipes buscando o tempo todo o marcador. Depois de uma bobeira da zaga piauiense, o ala Giovanny, camisa 10 da equipe paulista, não perdoou e abriu o placar. Com a vantagem no marcador, os paulistas seguravam atrás e saiam nos contra-ataques. Para a seleção do Piauí só restava atacar.

Faltando 2 minutos para o fim da partida, o técnico piauiense José Ribamar resolveu arriscar tudo colocando o goleiro linha. A pressão continuou, porém a bola não entrava. Faltando 54 segundos para o fim da partida, o arqueiro da equipe paulista lançou a bola para a área adversária, o goleiro David Soares saiu do gol de forma espalhafatosa, deixando o fixo Rodolfo livre para marcar o segundo dos paulistas e garantir a vitória por 2 a 0.

Nesta quinta-feira (24) será dado início à segunda rodada do campeonato: o São Paulo enfrenta a equipe do Ceará, já o Piauí tenta sua recuperação contra a equipe de Santa Catarina.

INICIARAM:
 
01 Matheus Pozzi
07 Rodolfo
08 Pedro
09 Igor
10 Giovanny
 
ENTRARAM:
 
07 Rodolfo
11 Richard
03 Heraldo
13 Cesar
 
TÉCNICO:
Daniel de Souza Magalhães


quarta-feira, 23 de maio de 2012

PORQUE AS CRIANÇAS DE HOJE NAO BRINCAM MAIS NA RUA !!!!!

Vejam os comentários de grandes craques do futebol sobre o ATO DO BRINCAR NA RUA COM A BOLA:

RONALDINHO GAÚCHO jogador do Flamengo: “No meu bairro em Porto Alegre passei a infância a jogar à bola. Nunca me separava da bola, driblava, driblava, driblava sem parar. Jogava na rua com os meus colegas, mas também jogava horas sozinho ou com o meu cão. Em minha casa, há bolas por ...todo o lado. Aproveito todas as oportunidades para improvisar um pequeno jogo no jardim, ou para me descontrair a fazer habilidades. A bola é a minha melhor companhia, é o objecto que mais amo na vida. Quando chove, jogamos com uma bola de ténis na sala. Na minha infância, a minha mãe podia proibir-me de quase tudo, inclusivamente de sair, mas nunca de jogar à bola”.

JOHAN CRUYFF ex-treinador de futebol: " A minha geração se formou na rua, e não há melhor lei que a da rua. (...) Hoje, ao contrário, acredita-se em meios artificiais para criar jogadores. A organização do futebol acabou tirando a espontaneidade. As crianças disputam campeonatos desde os seis anos. Os técnicos não ensinam, só treinam.” 1998.
 
Dr. Socrates ex-jogador de futebol:“No meu tempo de garoto, vivíamos pelos campos da vida. De manhã, no intervalo das aulas, í...amos para o pátio do colégio em busca de alguma coisa que lembrasse bola. Dezenas de caroços de abacate se rompiam diariamente por culpa de nossos chutes. À tarde, corríamos atrás de alguma área livre para continuarmos a brincadeira e de vez em quando arrumávamos um time contra quem jogar”
 
 
O ato do BRINCAR anda sumido de nossa Sociedade

Com a cabeça erguida e mantendo a FÉ EM DEUS, o Inimigo jamais vai me derrubar; por que meu JESUS não deixa; ele não deixa!!!!!! NELE EU ESTOU FIRME. 

O que diz a ONU sobre o Esporte.

Segue algumas reflexões sobre o processo formal e incidental de aprendizado no futsal e no futebol, apresentarei durante alguns dias conteúdos que possam interessar aos colegas, pais de alunos, e a todos que se preocupam com o processo de formação e desenvolvimento esportivo.

VIII BRASILEIRO DE SELEÇÕES - SUB-15 MASCULINO

A seleção Paulista esta representado pelos técnicos: Daniel de Souza Magalhães e o Auxiliar Técnico Bié.

O técnico Daniel falou sobre a preparação da equipe paulista: "A equipe mostrou estar confiante, os jogadores são muitos disciplinados, para dizer a verdade é uma equipe excelente, onde todos se destacam, são atletas determinados, e não tenho dúvida que sejam capazes de trazer mais um título para FPFS. Tenho certeza que vamos enfrentar boas seleções com chance de levar o campeonato, mas daremos o melhor para que possamos ser os vencedores do Campeonato Brasileiro de Seleções".

Já o Auxiliar técnico Bié falou: "Somos uma equipe bastante organizada, nós temos salonistas que tem atitude, são focados, têm muita garra, agilidade, um ótimo sincronismo e um ótimo espírito esportivo, e sei que temos muita chance de conseguirmos o título, teremos bons adversários, mas com muita dedicação conseguiremos".





CATEGORIA DA DIVISÃO ESPECIAL PROGRAMAÇÃO JOGOS DA FASE CLASSIFICATÓRIA

QUARTA-FEIRA - DIA 23/5/2012 - GINÁSIO OLÍMPICO DE MARABÁ - MARABÁ-PA
15H00 - PARAÍBA X RIO DE JANEIRO

16H00 - SANTA CATARINA X CEARÁ

17H00 - MINAS GERAIS X PARANÁ

18H00 - PERNAMBUCO X RORAIMA

19H00 - SÃO PAULO X PIAUÍ
20H00 - PARÁ X RIO GRANDE DO NORTE


QUINTA-FEIRA - DIA 24/5/2012 - GINÁSIO OLÍMPICO DE MARABÁ - MARABÁ-PA
15H00 - SÃO PAULO X CEARÁ
16H00 - PERNAMBUCO X RIO DE JANEIRO

17H00 - RIO GRANDE DO NORTE X MINAS GERAIS

18H00 - PIAUÍ X SANTA CATARINA

19H00 - PARAÍBA X RORAIMA

20H00 - PARÁ X PARANÁ


SEXTA-FEIRA - DIA 25/5/2012 - GINÁSIO OLÍMPICO DE MARABÁ - MARABÁ-PA
15H00 - CEARÁ X PIAUÍ

16H00 - PARAÍBA X PERNAMBUCO

17H00 - PARANÁ X RIO GRANDE DO NORTE

18H00 - SANTA CATARINA X SÃO PAULO
19H00 - RIO DE JANEIRO X RORAIMA

20H00 - PARÁ X MINAS GERAIS



segunda-feira, 21 de maio de 2012

VAMOS REFLETIR SOBRE AS ESCOLINHAS DE FUTEBOL/FUTSAL

"Filho, na escolinha há muitos meninos e todos aprendem as mesmas coisas. Você terá que fazer somente o que o professor mandar. Na sua idade, o mais importante e gostoso é brincar com a bola, sem regras e compromissos.É a melhor maneira de desenvolver a habilidade e a criatividade. 

Quando crescer, e se houver jeito, poderá ir para as categorias de base dos clubes profissionais. 

Desta forma você vai aprimorar a técnica, escolher sua posição, conhecer a tática e fazer muitos exercícios físicos. No momento, seu corpo e sua mente ainda não estão preparados para assimilar essas coisas. Tudo tem sua hora certa".
 
"Os grandes craques do futebol mundial aprenderam a jogar bola nas peladas de rua. Tudo o que fizeram de maravilhoso nos grandes estádios do mundo foram repetições do que aconteceu na infância." Trechos da crônica CONTO DE NATAL E DE FUTEBOL (2001), do Tostão, extraídos do livro de sua autoria: A PERFEIÇÃO NÃO EXISTE.

TORNEIO DE HABILIDADES ESPECIFÍCAS DE FUTSAL


sexta-feira, 18 de maio de 2012

Escolas de Futsal/Futebol.....qual é a nossa realidade?

A cada dia que avalio algum menino que treina em escolinhas de futebol/futsal,me deparo sempre com uma questão:
 
PORQUE ESSES GAROTOS NUNCAM FORAM ESTIMULADOS A TOMAR DECISOES... ENFRENTAR OS PROBLEMAS QUE OS JOGOS PODEM OFERECER? 
 
Sei que os meninos não tem culpa mas fica o ALERTA AOS PAIS!!!!!!! pois hoje essas escolas são meramente um empresa de capitação de RECURSOS $$$$$, onde elas deixam de lado  a questão pedagógica do ensino da pratica ideal da modalidade.
 
 








 

LIÇÕES DO FUTEBOL


Por que DEVEMOS chegar ao grau máximo de excelência em nossa PROFISSÃO ( Professores de Ed. Fisica /Treinadores Esportivos/ Atletas...... Sigam essa dica!!!!

LIÇÕES DO FUTEBOL

1-Treinar sempre -
Precisamos sempre estar em forma, preparados e adequados. Tudo na vida deve ser bem preparado para vencermos Treinar significa dar o melhor de si, cultivar-se sempre, querer crescer. Nunca estamos prontos e acabados, somos eternamente aprendizes.
...

2- Trabalhar em equipe -
Nós somos tentados ao individualismo, isolamento ou estrelismo. Tudo isso leva à derrota. O futebol é uma escola da vida em equipe, em unidade, em interação com os outros. O time, a equipe é como uma família. Todos são importantes. A vitória de um é sucesso de todos.

3- Obedecer às normas - Quanto mais um jogador sabe e obedece às normas do jogo tanto mais ele é eficiente e erra menos. As normas e leis existem para o bem comum e a obediência às leis permite a convivência social e a igualdade de todos. Obedecer ao árbitro é proteger o time contra a violência, o egoísmo, o orgulho, a raiva, a vingança.

4- Saber ganhar e saber perder - Assim é a vida. Saber ganhar sem vaidade, orgulho e desprezo dos outros. O que importa é participar. Sem o adversário, não há vitória. Saber respeitar o adversário é sinal de maturidade. O adversário não é mau nem inimigo, mas, alguém importante que nos desafia. Outra lição do futebol é saber perder. Quão difícil na vida é saber perder. Aceitar a derrota e treinar de novo para melhorar, eis o caminho da sabedoria. A derrota é possibilidade de auto-avaliação e de superação das limitações. Muitas vezes a derrota é oportunidade para futura vitória.

5- Ser bom atleta - Um atleta passa por grandes renúncias, sacrifícios, exigências. Precisa de formação física e psicológica, de concentração e autocontrole, espírito de cooperação e domínio de si, superação da derrota, respeito ao rival, espírito de equipe e amizade.

6- Ser torcedor - Aprendemos lições do futebol com os bons torcedores. Eles são entusiasmados, vibrantes, participantes, incentivadores, colaboradores, motivadores. Se soubéssemos vibrar com a verdade e o bem, a justiça e o amor com a vigor dos torcedores teriam outra sociedade. E é o que mais necessitamos para derrotar a violência, a droga, o vazio existencial.

7- Evitar os perigos - Quando o time vira ídolo enfrentamos sérios perigos. A violência toma conta dentro e fora do campo. Quando um time é endeusado a família é deixada de lado, as finanças não são controladas, o nervosismo. O torcedor se torna um escravo. Tudo vira circo, festa e alienação. A idolatria esportiva enfraquece a consciência política, o interesse social, a responsabilidade por outros valores inegociáveis. A idolatria gera fanatismos e escravidões, engana as pessoas, corrompe a vida.

Profº Fernando Romano
Técnico de Futsal Portuguesa de Desportos
Categoria sub 11 e sub 15
Profº Educação Física Colégio Imperatriz Leopoldina



 

quinta-feira, 17 de maio de 2012

JOGOS OITAVAS DE FINAIS METROPOLITANO DE FUTSAL 2012


CONFIRMAÇÃO DOS JOGOS OITAVAS DE FINAIS METROPOLITANO DE FUTSAL 2012 
SÉRIE OURO CATEGORIA MENORES.






 SUB-11  ( PRIMEIRO JOGO )
19/05/12 13:30 hs  SÁBADO
Ginásio Presidente Ciro II
 
    A. Portuguesa de Desportos  
     X 
  C. São João/L.J.F.S./Jundiaí

 





         SUB- 15  ( PRIMEIRO JOGO )
         30/05/12 20:30 QUARTA-FEIRA             Ginásio Presidente Ciro I
 
    A. Portuguesa de Desportos   
      X 
                G.R. Barueri/Inter F.S.

terça-feira, 15 de maio de 2012

NOTA DE ESCLARECIMENTO SOBRE MATÉRIA NO SITE DA FPFS

EM 12/05/2012 ÀS 20:26 hs  foi lançada um notícia no site da FPFS, vejam a notícia:
 
 http://www.futsal.com.br/noticias/noticia.asp?NumeroID=40181

Em nome da comissão técnica Sub-11 da A.Associação Portuguesa de Desportos; ressalvo que a notícia acima mencionada não foi realizada pelos profissionais da comissão técnica/diretoria/jogadores da equipe LUSITANA....... depois não sabem porque os filhos dize...
m isso: “ PAI...DESISTI DO FUTSAL POR SUA CAUSA ” !!!!!!!!
Somos TOTALMENTE CONTRÁRIOS a esse tipo de mensagem/ notícia, pois como dito em postagens anteriores nessa mesma rede social; O CLUBE E OS PROFISSIONAIS QUE ATUAM NA CATEGORIA NÃO ROTULAM AS CRIANÇAS DESSA FORMA.
Todos nós sabemos que o ESPORTE ( FUTSAL ); agrega valores para as crianças ( Físico/Intelectual/Afetivo ). A NOSSA FUNÇÃO É EDUCAR AS CRIANÇAS COM ESSES PRESSUPOSTOS E NÃO COBRA-LAS POR RESULTADOS E TÍTULOS !!!!
Ao invés de publicar essa notícia; porque não colaboram com essa campanha: 

 “ATENÇÃO PAIS DO FUTEBOL E FUTSAL...TRATEM SEUS FILHOS COMO CRIANÇAS E NÃO FUTUROS CRAQUES DA BOLA...NÃO ESTRAGUE A INFÂNCIA DO SEU FILHO..SEJAM VERDADEIROS PAIS E NÃO COBREM NADA DE SEUS FILHOS..PENSE NISSO..."

segunda-feira, 14 de maio de 2012

CONFRONTOS OITAVAS DE FINAL SUB 11 METROPOLITANO DE FUTSAL:



S.C. Corinthians Paulista X Mogi das Cruzes E.C.


A. Portuguesa de Desportos X C. São João/L.J.F.S./Jundiaí


Show de Bola/Nardelli/Salto X A.D. Asa/Guapira


A.D.C. Mercedes Benz X Mesc
C.E. Penha X S.E. Palmeiras


G.R. Barueri/Inter F.S. X Circulo Militar de S.P


Santos F.C./Votorantim/Fupes X São Caetano E.C


C.A. Juventus X E.C. Banespa



" Todo dia o inimigo vem tenta me derrubar....... mais o meu JESUS não deixa; ele não deixa!!!!!! NELE EU ESTOU FIRME ".

CLUBE SÃO JOÃO X PORTUGUESA DE DESPORTOS

Confira os melhores momentos do jogo São João de Jundiai vs Portuguesa (12/05), válido pelo Metropolitano A1 - Sub 11. 


Confira os melhores momentos do jogo São João de Jundiai vs Portuguesa (12/05), válido pelo Metropolitano A1 - Sub 13.

METODO TÉCNICISTAS X PEDAGOGIA DOS JOGOS






PROGRAMAS DE FORMAÇÃO ESPORTIVA TREINAMENTO A LONGO PRAZO

Qual a importância do PAN ou da OLIMPÍADA para o Brasil? É prioridade do nosso país? Qual programa de formação esportiva temos no Brasil? o Como melhorar a nossa realidade?Algumas semelhanças entre os países e perspectivas para um programa brasileiro... VEJAM COMO OS OUTROS PAISES DA EUROPA/AMERICA/ASIA trabalham atráves de seus Programas Esportivos ( VAMOS APRENDER COM ELES ).


1) Entendimento do papel das diferentes agencias - boa comunicação;

2) Simplicidade de administração - políticas comuns;

3) Identificação e monitoramento do progresso de atletas talentosos e de elite (apoio à Ciência);

4) Apoio da cultura esportiva pela mídia;

5) Programas competitivos bem estruturados - intercâmbio internacional;

6) Instalações bem desenvolvidas - prioridade de acesso para atletas de elite;

7) Foco dos recursos em um número pequeno de modalidades - chances reais;

8) Planejamento claro e adequado para cada modalidade;

9) Reconhecimento dos custos da excelência esportiva;

10) A ligação Esporte x Educação.





O que é um esportista COMPETENTE?


O que é um esportista COMPETENTE ?

  • Tem habilidades suficientes participar em jogos satisfatoriamente;
  •  
  • Entende e pode executar estratégias, apropriar-se à complexidade do jogo;
  • Vivenciar e adquirir alguns fundamentos básicos do esporte;
  •  
  • Vivenciar as habilidades básicas;
  •  
  • Vivenciar situações de jogos e brincadeiras;
  •  
  • Entende valores, regras, rituais e tradições do esporte;
  •  
  • Distigue entre a parte boa e ruim do esporte.
  •  

 

ESPORTE E A CRIANÇA

10 RAZÕES PRINCIPAIS PORQUE AS CRIANÇAS PRATICAM ESPORTE ( ORDEM DE VOTOS )

1. Ter prazer e divertimento

  2. Melhorar suas habilidades

  3. Fazer algo em que seja bom

  4. Ficar em forma

  5. Ter novos amigos

  6. Fazer exercício

  7. Fazer parte de um time

  8. Divertir-se através da competição
 
9. Aprender novas habilidades


  10. Para ganhar


Que bom seria se os pais lessem isso, e pudessem também aprender com isso! 



domingo, 13 de maio de 2012

VAMOS REFLETIR UM POUCO PROFESSORES/TREINADORES DE FUTSAL E FUTEBOL

Texto feito pelo excelente profissional/amigo Barata Futsal !!!!!

Neymar,

Caros amigos, após mais uma brilhante participação do Neymar, me peguei tentando entender como ele adquiriu tanto conteúdo para se jogar futebol, uma vez que tive uma mínima relação com ele no inicio de sua formação.


 Por isso fiquei imaginando várias razões para explicar, ou tentar explicar, pretensiosamente, o futebol impressionante que ele vem apresentando, seria genética, dom de Deus, sorte, grandes técnicos, grandes treinos, empresários, etc.

 Como ele era?? O que já fazia?? Participei em que? O futsal o ajudou aonde?
 Perguntas e mais perguntas????? Vou tentar falar do estímulo que estive mais próximo, o técnico. Claro que considero questões familiares, sociais, psicológicas e afetivas, mas darei ênfase às questões motoras.


 Pois bem, a partir de agora vou chamá-lo de Juninho, pois foi assim que o conheci.
 Divido meus pensamentos com colegas professores e treinadores de crianças tanto do  Futebol quanto do Futsal.

 Como posso ter a audácia de dizer que ensinei o Juninho a jogar bola. Por favor me digam quando, assim como eu, algum professor o treinou ou o ensinou a ter tantas ações motoras/cognitivas, ou cognitivas/motoras, tanto faz a ordem..... Quem pode ter a pretensão de achar que o treinou para fazer aqueles gols vs Flamengo ou vs Internacional..... Aquelas "tomadas de decisão" que não existe em livro nenhum, aquelas resoluções de problemas..... Por favor, por favor!!!! Quem? Tenho certeza que não tenho nada haver com isso!!! Fala sério!!! Diria meu filho Pedroca!!!!!
 Nos ensinaram a ensinar Futebol da forma bem tradicional, ou seja, enfatizando a técnica, e quando digo técnica, é aquela bem isolada do contexto, como por exemplo, repetir passes e outros "fundamentos" sem oposição alguma até a exaustão, driblar cones, e depois, em duplas....... poderia jogar a bola com as mãos para meu colega dominar com o peito e devolvê-la variando as pernas.... Esses são apenas pequenos exemplos, sei que temos mais, temos 1001 exercícios!!!!!!
 Continuemos pensando.......
 Se aprendi a ensinar dentro dessa metodologia, acredito que a maioria (ou todos) os professores do Juninho aprenderam a ensinar do mesmo modo, logo, presumo que contribuímos muito pouco ao estágio que ele se encontra, para não dizer, em nada.
 Então, se tivemos pouca participação, aonde estaria a maior parte da contribuição?Acredito que esteja na história de sua vida, ou seja, no ambiente onde cresceu, nas experiências com bola que teve na sua infância, nas brincadeiras com bola, nas atividades com riqueza motora, nos ambientes de bola que seu pai o levava, por fim, aonde encontramos essa realidade?? NA RUA, repito, NA RUA, RUA!!!! Portanto, meus colegas, não desprezemos a riqueza existente em jogar bola na rua, em driblar o buraco, parar quando vem o carro, "cavar" a bola no meio-fio, chutar copos e garrafas, jogos de bobinho, etc. Tenho certeza absoluta que o Juninho carrega consigo muitas vivências da rua. Portanto se formos elaborar uma metodologia ideal de ensino, que "ela" seja pautada no estímulo a criatividade, que favoreça muitas tomadas de decisão, que tenha apelo a inteligência, que tenha variados movimentos, ou seja, tudo que observamos nesse "moicano" dentro do campo, muitas vezes parece que ele esta jogando o famoso "gol caixote". kkkkkkkkk
 Seria muita prepotência de minha parte, diria até uma enorme burrice, achar que as três vezes por semana que ele treinava futsal foram suficientes para ele aprender a jogar bola, claro que não, o pior é que eu acreditava nisso..... Quanta ignorância...... É simples: como poderia achar que eu era o responsável por atitudes dele dentro da quadra se eu nunca havia treinado ou estimulado tais ações?? Como desprezei a Rua!!!! Como pude não entender isso?
Amigos, só para ilustrar: qual professor, qual treinador, qual livro, qual faculdade ensinou o Juninho a utilizar a "lambreta" como recurso para se desvencilhar do adversário??? Poderia aqui citar várias ações técnicas do repertório dele, escolhi apenas a lambreta!!!!!
Vou além: como estimulo a criança a resolver problema, a tomar decisão na metodologia tradicional? Metodologia esta, baseada na técnica e no aprendizado pela repetição. Me pergunto: Será que o futebol apresentado pelo Juninho atualmente tem alguma relação com as atividades que lhe estimulei quando criança? Muito pouco, ou quase nada........

Como estimulei suas ações atuais se o colocava em dupla fazendo passes de tudo quanto é forma, de frente, cavado, com o dorso, solado, etc...... Se o colocava em filas.... Se o fazia driblar cones e chutar sem pressão de marcação... Que problema eu dava para ele?

Qual a imprevisibilidade tão notada nele hoje, que eu estimulava com essas atividades, enfim, não estava ensinando o que ele apresenta hoje, acho que nem um pouco sequer.
E por falar em técnica, analisando o Juninho, que técnica que ele usa???? Risos!!!! Aquelas do livro, passe, condução, domínio, etc.... com correção de posição dos pés, de formas de condução, correção na forma de chutar, das duplinhas, das filas.... Etc.. Como diz novamente meu filho Pedroca: "fala sério"!!!!!! Sendo assim teríamos que mandar ele embora, pois ele não fazia nada parecido com essa suposta técnica....... Acho que o conceito de técnica mudou, logo, em nossas atividades, a técnica deveria ser abordada de uma forma mais contextualizada, ou melhor, associada a tática do jogo, sempre aproximada a realidade do jogo, pois como diz um Dr. amigo meu, "só se aprende o jogo, jogando".
 Deveríamos nos preocupar mais com a eficácia do que com a forma de execução.
 Para finalizar, meus amigos, gostaria que refletissem sobre os estímulos dados a nossos atletas, eles condizem com a realidade do jogo? Eles têm ligação com a imprevisibilidade do jogo? Eles favorecem a criação e resolução de problemas? Nossas crianças são estimuladas a pensar?

 Bom meus amigos, gostaria com esse texto, de dividir minha reflexão com o que esse "moleque" esta jogando, pois como falei antes, tive a honra de compartilhar um pouco de Futsal com ele....... Que divertido que era !!!!!!!!!!!
 Imagino que muita gente deva se perguntar: quem ensinou isso para ele? ou aonde ele aprendeu isso?

 Não tenho a intenção aqui de julgar os colegas que defendem a metodologia tradicional, apenas desejei, expressar minha opinião a favor da metodologia por meio do jogo, moderna ou situacional, pois acredito ser a melhor forma de se ensinar para crianças esses esportes chamados Futsal e Futebol, me parecendo também, o Juninho, um grande exemplo para reflexão. Alguém duvida??????
 Obrigado Juninho, por me fazer tentar buscar a verdadeira metodologia e principalmente, por me trazer a inquietação de como se ensinar melhor.

BARATA FUTSAL.



sábado, 12 de maio de 2012

Resultados 10º Rodada Campeonato Metropolitano de Futsal



Categorias CLASSIFICADAS da A.Portuguesa de Desportos Futsal para Oitavas de Finais Metropolitano 2012.
 
Sub-09, Sub-11, Sub-13, Sub-15.                                                      
 
Próximas Partidas
 
 
Sub-09: Portuguesa x C.E.Penha
 Sub-11: Portuguesa x São João de Jundiaí 

Sub-13: Portuguesa x São Bernardo Chase
Sub-15: Portuguesa x G.R.Barueri
 
 


quinta-feira, 10 de maio de 2012

A TODOS PROFESSORES/TREINADORES DE FUTEBOL/FUTSAL

Recebi esse email de um pai de jogador; no qual o filho joga junto comigo no clube, FIQUEI MUITO EMOCIONADO!!!! As vezes, títulos e as  medalhas não são importantes quanto à esses gestos e acontecimentos.



Pai do jogador:

Boa tarde Fernando ! Tudo na Paz ?

Li a sua matéria referente ao Futsal. Infelizmente, não é só no Futsal que ist...
o acontece, em todas as profissões existem as pessoas boas e as mal intencionadas. Por isso é que peço a Deus o discernimento de saber quem é quem, pois como diz o ditado: “fique do lado de uma pessoa boa e você será igual a ela, porém se ficar do lado de uma pessoa ruim você será pior do que ela”.

Eu aprendi com os meus pais que devemos respeitar e amar os nossos semelhantes, independente de qual seja a profissão, a cor, a religião... Devemos plantar bondade, pois só assim colheremos boas amizades.

Procuro sempre passar ao MEU FILHO de que os valores humanos estão acima de qualquer coisa. Sei, que assim como muitos garotos, ele também tem um sonho, mas em primeiro lugar o respeito e o amor ao próximo, pois desta maneira ele irá colher bons frutos.

Também não achei correta a atitude que foi gerada no jogo passado CONTRA VOCÊ. Temos que incentivar, apoiar e jogar junto com eles e seus superiores, pois mesmo que em algumas vezes tenhamos posições diferentes, temos que respeitar as pessoas, pois nós (os pais) somos o espelho para nossos filhos.

Sei que todos querem ganhar, jogar, ser campeão... Mas em primeiro lugar temos que formar as crianças em pessoas de caráter, para que no futuro se não vierem a ser jogadores de futebol, que possam ser grandes homens e profissionais qualificados em outras áreas.

Exixtem muitos bons times, mas acredito que o nosso elenco seja mais forte do que eles, pois temos mais peças de reposição. Se conseguir trabalhar a vontade de vencer e, principalmente, o psicológico e o emocional desses garotos, poderemos chegar longe.

Abraço e pode contar comigo.

Estamos juntos !!!!

PAI DO JOGADOR